FAROL AUTOMOTIVO: Saiba qual o momento certo de trocar e quais são os modelos mais modernos para o seu Carro

O Farol de Carro, também conhecido como “Luz Automotiva”, tem a responsabilidade de iluminar e ajudar o condutor a enxergar melhor ruas, estradas e vias, além de mostrar e ser visto pelo motorista contrário ou que esteja a sua frente.

Bom, mas isso você já deve saber de cor, não é mesmo? O que sempre fica na cabeça é, qual a hora certa de trocar o farol, quais são os modelos mais modernos e que combinam com o carro. Então, chega de dúvidas, pois nesta página de Faróis Automotivos você encontrará o que precisa sobre eles, fica ligado:

Como Surgiram os Primeiros Faróis?

Pode não ser muito importante, mas é interessante saber que, os faróis não surgiram primeiramente em carros, eles vem de bem antes, quando só existiam charretes e carruagens, e eram tão importantes quanto hoje, devido a pouca iluminação nas ruas antigamente.

1899: Neste ano foi instalado e feito um farol com candelabro e velas, como era utilizado em carruagens;

1906: Farol feito a gás acetileno;

1912: Farol com Lâmpadas Elétricas;

1935: Primeiros veículos com faróis na carroceria;

Após isso surgiram modificações e alterações que deixaram os faróis mais eficazes na iluminação.

Qual é a diferença entre Farol Foco Simples e Farol Foco Duplo?

Olhando e comparando fica bem mais simples de entender.

Gostou do Produto? Então clique na imagem acima.

Caso esteja em dúvida em qual comprar para repor no seu veículo, basta olhar no próprio farol original do carro, caso ele possua duas entradas (furos ou parábolas) para lâmpadas, quer dizer que ele é um Farol Foco Duplo, se possuir somente uma, o farol é Foco Simples.

- Um Farol Foco Simples usa a mesma lâmpada para luz alta e luz baixa.

- Já um Farol Foco Duplo apresenta duas lâmpadas específicas para cada uma das funções, exemplo, uma lâmpada para o baixo, outra lâmpada para o alto.

Como usar Corretamente a Luz Alta e a Luz Baixa?

Este é um ponto bem importante, pois se mal utilizado, pode influenciar na visibilidade do motorista contrário. Então, vamos direto ao que o Código de Trânsito Brasileiro informa em seu Anexo:

Resolução 227 Anexo 2 (CONTRAN):

2.7.10 “Farol de luz alta” é o farol utilizado para iluminar a via a uma longa distância à frente do veículo;

2.7.11 “Farol de luz baixa” é um farol utilizado para iluminar a via, à frente do veículo, sem causar ofuscamento ou desconforto aos motoristas que se aproximam em sentido contrário e nem a outros usuários da via.

Além destas informações é importante ressaltar que, o Farol Baixo é obrigatório em qualquer circunstância onde haja dificuldade na visibilidade, mesmo estando em lugares iluminados, mais especificamente, na direção noturna. Já o Farol Alto é mais indicado para uso em estradas, ou em locais onde não haja nenhum tipo de iluminação, porém, em vias de mão dupla, seu uso deve ser moderado, para não atrapalhar a visibilidade do condutor contrário.

Quando Trocar o Meu Farol?

Não se trata só de estética, indicamos que seja efetuada a troca dos faróis principalmente quando estiverem trincados, rachados, quebrados ou queimados, pois em casos de chuva ou em períodos com bastante umidade, essas lesões no farol podem levar a danos maiores na parte elétrica do veículo, entrando água ou deixando as instalações do veículo umedecidas.

Original, Similar ao Original ou Esportivo? Qual Escolher?

Qual escolher? Essa resposta será respondida de acordo com o seu gosto e estilo, mas vamos te mostrar os vários modelos de Faróis Principais Originais, Similares e Esportivos do mercado:

Farol Original

Quando te informarem “Farol Original”, é porque este modelo é a reposição perfeita para o que esta no seu veículo, pois apresentará o mesmo encaixe de lâmpadas, tamanho e formato do que já esta no carro. Geralmente são mais caros, mas entregam a estética original ao veículo.

Para alguns modelos de carro, é possível encontrar em cores diferentes.

Gostou do Produto? Então clique na imagem acima.

Farol Similar ao Original

Este tipo de Farol Principal é um dos mais comercializados no mercado, apresenta a estética bem similar ao do original do veículo, mas geralmente, seu encaixe de lâmpadas é diferente e acabamento inferior ao do original.

Gostou do Produto? Então clique na imagem acima.

Farol Esportivo

Os Faróis Esportivos são bem famosos por entregarem uma estética diferente e que chamam atenção, se comparados com o original. Geralmente são diferentes de acordo com a tonalidade da lente e do interior do Farol:

FAROL MÁSCARA CROMADA

FAROL MÁSCARA CINZA

Gostou do Produto? Então clique na imagem acima.

FAROL COM OLHO DE BOI

Os Faróis Principais que apresentam o “Olho de Boi” são diferentes em sua estética, pois possuem uma espécie de bolha ou canhão em um dos focos do farol, e projeta o foco de luz que vai além dos faróis comuns, como se fosse uma espécie de lupa, iluminando bem mais a frente que os convencionais.

Gostou do Produto? Então clique na imagem acima.

FAROL COM ANGEL EYES

O modelo de Farol com Angel Eyes ganha somente na estética, pois em um dos seus focos apresenta detalhe em formato circular com luz similar ao neon. Ele proporciona um efeito bem diferenciado no farol do carro e geralmente vem acompanhado do detalhe olho de boi em sua estrutura.

Gostou do Produto? Então clique na imagem acima.

Do que é Composto um Farol?

A estrutura de um farol de carro é bem simples, pois ele é composto de:

- Carcaça

- Soquetes

- Tampões de Proteção dos Soquetes e Lâmpadas

- Borracha de Vedação

- Parábolas das Lâmpadas

- Lente

Um jeito de modificar e diferenciar seu veículo é equipando os Faróis Principais com um Kit Xenon ou Super LED, eles modificam, e muito a estética dos faróis, isto sem falar na eficiência em iluminação.

Gostou do Produto? Então clique na imagem acima.

Além dos Faróis Principais, há também os Faróis de Milha, conhecidos como Farol Auxiliar ou Farol de Neblina, que complementam o sistema de iluminação do carro e auxiliam ainda mais na visibilidade. Um acessório que também é indispensável nos dias de hoje, ainda mais para os esquecidos, é o Módulo de Acionamento Automático de Faróis, onde os faróis do veículo são ligados assim que a ignição é acionada, e ao desligar o carro, os faróis são desligados automaticamente também.

Outros itens de destaque quando o assunto é iluminação automotiva, as luzes de seta, de placa, de ré e meia-luz são responsáveis pela sinalização do veículo. Elas não estão associadas diretamente com os faróis, mas requerem atenção especial na hora da manutenção e também podem ser substituídas por opções mais eficientes. As lâmpadas aplicadas para tais funções são as esmagadinhas, torpedo, T20 e lâmpada pingo T10.